12 janeiro 2008

APAGÃO, DENGUE E FEBRE AMARELA


Agora vai...
O ícone da estrela vermelha não quer saber de apagão...
Elle nunca quer saber de nada mesmo...
Diz a lenda que a preocupação é não estragar a carne e a cerveja do churrasco...
E vai mesmo...
Que saudade dos tempos em que a saúva é que ia acabar com o braziu...
Tem febre amarela na Venezuela?
E nas florestas colombianas?...
A gente podia exportar e melhorar nossas reservas monetárias...
Melhorava também o PIB dos países vizinhos...
Pergunta do dia:
Quantas doses de vacina daria para comprar com o dinheiro de 6710 micro transplantes de fios de cabelos?
Será que a FiOCruz resolve esse problema?
Não é ilógico?...
E o “braziu varaemnós” quer sediar a Copa...
A Lei de Murphy deve ser o livro de cabeceira do pessoal da estrela vermelha...
Estou começando a achar que os governos do Sarney e do Collor eram bons...
Acho também que não entendemos direito quando Luis Ignácio referiu-se a Raul Seixas...
Não era metamorfose ambulante que ele queria dizer...
Era a mosca que caiu em nossa sopa...
E vieram os mosquitos da dengue e da febre amarela juntos...
Junte-se o vibrião da cólera e teremos formação de quadrilha...
Bem típico e sugestivo...
Sem contar a febre aftosa...
Como está relampejando e ontem faltou luz, vou ter que desligar...
Mas volto...

2 comentários:

Lisete Antonelli disse...

Sr. Patriarca,
Em minha pagina ha meu endereco de email. Sera possivel me escrever um email para que eu possa lhe fazer um questionamento que nao quero tornar publico no blog?
Desde ja agradeco,

Fernando Cury "o Pandão" disse...

hummm

Lullas, moscas, mosquitos e vibriões... Zoo-vermes...

Collor e Sarney... eu usaria "menos horríveis", do que bons, mas é bem por aí. Dá uma impressão de que sempre pode piorar... bacana né? :((

Abraços e belo texto!