23 julho 2008

BANCOOP - MANIFESTAÇÃO NO MP DIA 22 JULHO




Pouco mais de 200 cooperados de 22 empreendimentos da BANCOOP compareceram em frente ao Ministério Público nesta terça feira.
Foram cerca de duas horas de manifestação onde os cooperados puderam contar suas histórias, vítimas que são dessa "organização criminosa", conforme se referiu o Promotor Dr. José Carlos Blat, que investiga a cooperativa.
Foram recolhidas 180 assinaturas, mas muitas pessoas que "sacrificaram" seus horários de almoço e, pacificamente, participaram o tempo que lhes era permitido não assinaram a lista.
Afinal, a maioria dos cooperados prejudicados são efetivamente trabalhadores, cumprem horários e responsabilidades e, como diria Silvio Santos, pagaram religiosamente em dias seus carnês.
Pena que o Baú não era da felicidade.

Havia cooperados dos seguintes empreendimentos:
Altos do Butantã, Anália Franco, Bela Cintra, Casa Verde, Cachoeira, Colinas Park, Guarapiranga Park, Horto Florestal, Liberty Boulevard, Morada Inglesa, Parque Mandaqui, Praia Grande, Pirituba, Residencial Pêssego, Recanto das Orquídeas, Solar de Santana, Torres da Moóca, Vila Clementino, Vila Inglesa, Village Palmas, Vila Mariana, Vilas da Penha.

Não se deixe levar por contra informações da BANCOOP.
Os meios de divulgação deles são fortes.
Contam com apoio do Partido da Estrela Vermelha, tem a estrutura do Sindicato dos Bancários que fornece os serviços da BANGRAF - gráfica do Sindicato.
Quem detém a informação, detém o poder.
E como disse o chanceler Celso Amorim em Doha, parodiando Goebbels:
”Mentiras ditas a exaustão passam a parecer verdade.”
Só que neste caso a verdade das mentiras da Cooperativa estão aparecendo.
O castelo está caindo...

Você também precisa comparecer...
Senão é sua casa que pode cair...


Fotos
http://www.estadao.com.br/ext/fotoreporter/foto_imagens.htm

Abaixo informações da Reunião do Conselho Superior do MP

Informamos que hoje o Dr. SPINA, relator do processo administrativo, protocolado nº 71.880/08, no qual se apura a regularidade do acordo firmado pelo representante do Ministério Público e a BANCOOP, informou que converteu o julgamento em diligência, solicitando que o Dr. João Lopes informasse se chegaram os cronogramas físico-financeiros, objeto do ofício endereçado à Caixa Econômica Federal em 31/03/2008, encaminhando-os ao Conselho e que a BANCOOP enviasse comprovação da separação das contas, com os CNPJs individualizados e a movimentação financeira independente dos empreendimentos.

O Dr.SPINA, em virtude de sua aposentadoria que se aproxima, esclareceu que até o dia 31/07/2008 estará elaborando um parecer prévio sobre as informações colhidas até o presente momento, no intuito de facilitar o trabalho do futuro relator.

A manifestação foi "sentida" e "ouvida" por todos os Conselheiros, advogados dos Cooperados, advogados da BANCOOP e demais pessoas presentes.

Parabéns a todos pela força e manifestação pacífica!
------------------------------------------------------

Livros à venda nos sites
http://www.ciadoslivros.com.br
http://www.livrariacultura.com.br
http://www.allprinteditora.com.br

2 comentários:

Anônimo disse...

Ainda tinham que jogar essa questão no colo de um véio que está se aposentando. Parece brincadeira. Nada dá certo para os cooperados da Bancoop.

Pedro, o Patriarca disse...

Recebi indagações e piadinhas sobre a aposentadoria do Dr.Spina e o andamento do processo. Esclareço que a saída de qualquer promotor, por qualquer motivo, não suspende o processo que prossegue regularmente. O titular da ação é a entidade Ministério Público, independente da pessoa que esteja conduzindo o processo.