21 fevereiro 2008

PARADO NO TRANSITO


É isso aí, Jorginho...
Gol sem querer... Você disfarçado de goleiro fez uns milagres...
Jogamos cerveja na massa de pão dos padeiros...
Teve uma forcinha do Ditinho e da Dudu, fala a verdade...
Você não tem percebido, porque transita aí por cima, mas hoje, diz a lenda, São Paulo vai chegar a seis milhões de automóveis...
Assim, vai ter mais automóveis que gente...
Deve ser por isso que eu não estou conseguindo sair com o meu da garagem...
Quem gosta disso é a Prefeitura e o Estado...
Além dos impostos das vendas e produção de automóveis, faturam uma nota preta com licenciamentos e indústria de multas...
E olhe que eles multam pouco...
Eles não multam fila dupla em frente de escola...
Eles não multam kombi de pasteleiro em zona azul, sem cartão...
Aliás, a Prefeitura não retira nem os ambulantes que ficam com suas barracas “estacionadas” onde é proibido aos carros estacionarem...
Eles não multam loiras atendendo celular... Onde disse loiras, incluam-se as morenas, as branquelas, os engravatados, os surfistas e praticamente todos os outros motoristas, menos eu que não tenho celular...
Eles não multam carros estacionados na frente de guias rebaixadas de residências...
Eles não multam taxistas que param na área de embarque e desembarque próximas ao Metrô...
Como puderam perceber, as infrações citadas referem-se praticamente todas a carros parados...
Que é o que atrapalha o trânsito...
Carro em alta velocidade pode colocar pessoas em perigo, mas não atrapalha o trânsito, exceto quando quebra ou bate...
Aí, ele pára o trânsito e espera o guincho...
Pode parecer incoerente ter citado a indústria de multas e depois reclamar que há ineficiência na aplicação de multas...
É que me chamou a atenção uma notícia de que a CET – Cia. Engenharia de Tráfego – está sem guinchos para retirar carros de locais proibidos...
O contrato acabou e vai demorar a nova licitação...
Então, ferrou...
Você vai continuar aí parado, só porque está no horário de saída (ou de entrada) de uma escola...
Vai continuar esperando a boa vontade do motorista do carro que parou na sua porta, só um minutinho... Medidas a tomar neste caso... Um prego no pneu ou superbonder na fechadura do passageiro, para ele só perceber mais tarde, quando nem lembrar mais onde parou...
Vai ficar esperando o guincho da seguradora retirar o carro quebrado... Aproveita e leva o seu que ferveu, em fila tripla...
As opções anti stress indicadas não são muito recomendadas... Ouvir uma sinfonia, se não roubaram seu CD Player, conferir o atraso no seu Rolex, se o ladrão de moto ainda não se apropriou, pegar o celular e avisar que está atrasado...
Jorginho, você é que é feliz...

Um comentário:

Fernando Cury "o Pandão" disse...

pena que não podemos esperar no transito ou no onibus lendo nossos feeds para informação e diversão... rsrsrs

opá! já podemos sim... só não é serviço popular como o carro que ferveu na Radial Leste...

opá de novo! aquele carro é popular? mas se é, o que eu estou fazendo dentro do onibus e não estou ali na frente de meu carro jogando água no radiador...

duvidas que trazem duvidas... heheh

[]s