08 maio 2008

BANCOOP – UMA PROPOSTA DE ACORDO DO VILA CLEMENTINO



Em reunião no dia 07 maio com a presença de aproximadamente cem pessoas (89 assinaturas de um total de 184 cooperados), os cooperados do Residencial Vila Clementino, mais uma obra inacabada e com seu dinheiro desaparecido da BANCOOP, reuniram-se para discutir a proposta da empresa TARJAB sobre a viabilidade técnica e custos para o término do empreendimento.
Compareceram pela TARJAB o Sr. Tarifa e Eng. Carlos.
Conste, conheço o trabalho da TARJAB desde seus primórdios e trata-se de uma empresa séria que, inclusive, terminou alguns empreendimentos da falida ENCOL.
A situação do Vila Clementino é a seguinte:
Duas torres construídas, um esqueleto, empreendimento credor no equivalente a R$ 1,7 milhão de reais (aproximadamente um terço do valor orçado para finalizar a terceira torre).
Mais de 90 % dos cooperados quitaram seus valores, desconsiderado o aporte (há liminar em Ação Civil Pública beneficiando os cooperados que fazem parte da Associação de Moradores).
O presidente da Cooperativa, que não sabia do que acontecia quando era conselheiro fiscal (já ouvi esta frase em algum outro lugar) e está sendo investigado pelo Ministério Público, possui uma cobertura do bloco inacabado
Há apartamentos com proprietários não identificados.

A proposta orçamentária da construtora para conclusão da obra é de SEIS milhões de reais (valor médio de 34 mil por apartamento).

Particularmente, qualquer valor é viável para livrar-se da BANCOOP e ter a justa propriedade definitiva, a escritura, por que como já afirmamos a TARJAB, contrariamente a BANCOOP, é uma empresa séria...

Como ficaria a situação dos cooperados:
1 - O terreno passa para a titularidade da TARJAB
2 - Passam de cooperados a condôminos
3 - Fazem contratos particulares com a TARJAB
4 - Terão preços fechados individualizados
5 - Garantia de homologação judicial

Dentro de minhas premissas básicas, que continuam as mesmas:
1 – Não se negocia com o algoz, ainda que em pele de cordeiro.
2 – Fazer acordos com pessoas investigadas pela policia pode levar a “dores de cabeça”
3 – Na BANCOOP não se confia.

Onde a roda pega?
Nas condições que a BANCOOP quer para entregar definitivamente os pontos no Vila Clementino...

A Cooperativa “exige” que:
1 - 100% dos cooperados da seccional se demitam - Será que o Sr. João Vaccari se demite?
2 - Paguem 10% de multa estatutária – Sobre qual valor?
3 - Retirem as ações pendentes
4 - A proposta seja aprovada em duas assembléias – da seccional e geral...

Outro problemas principais a solucionar:
1 - Falta total de confiabilidade nos dados da BANCOOP quanto a dívidas e venda dos recebíveis aos Fundos Creditórios (FIDCs),
2 - A aceitação da adesão total dos cooperados, face a situações individuais como contratos de gaveta, falta de condições financeiras ou vontade de não mais pagar qualquer valor por seu imóvel.

Como disse na reunião, os cooperados e a TARJAB podem se entender, o perigo mora na Libero Badaró, 157 - 5o. andar.

7 comentários:

Artur disse...

Seja com a Tarjab, Pro Millenium ou qualquer outra construtora, as negociações no Altos do Butantã enveredam para o mesmo caminho. Aqui o sr. Vaccari não tem unidade e se tem não sabemos. Aliás, existe um exército de cooperados desconhecidos.
Não deverá ser diferente: Tá demitido!!

Anônimo disse...

O Sr. Pedro, sempre muito participativo nas nossas reuniões de condomínio, tem razão em todas as suas afirmações. Justiça seja feita neste ponto.

No entanto, não deixa de ser frustrante o fato de que os problemas apontados, por todos conhecidos e não necessariamente graças ao Sr. Pedro, venham invariavelmente desacompanhados das respectivas soluções. Se é para fazer justiça, então também precisamos dizer que o Sr. Pedro é muito profícuo em apontar os problemas, mas o seu entusiasmo nesta ativadade é tão grande que ele acaba se esquecendo de apontar algum esboço de solução que seja. Não se trata de apresentar solução boa ou ruim. Fato é que em quase dois anos de reuniões não apresentou qualquer solução. Isto, por si só, já me parece a pior solução. Além disso, às vezes tumultua o andamento das nossas reuniões.

Só eu penso assim ou será que alguém mais compartilha???

Pedro, o Patriarca disse...

Sr.Anônimo,

Embora não concorde com nada do que dizes, defenderei seu direito de falar (Voltaire)

Dou-me o direito de responder... Considero injusta a imputação...
Parece-me esquecer-se quem elaborou o primeiro estatuto da Associação do Vila Clementino e do Village Palmas, ambos com tempo hábil para o ingresso sem questionamento de prazos judiciais...
Parece-me esquecer-se da primeira idéia de desmembramento da BANCOOP e busca de empreiteira..
Parece-me esquecer-se quem fez a primeira indicação da TARJAB.
Parece-me esquecer-se que bem ou mal tenho disseminado as noticias de forma direta e precisa, sem jamais ter dado uma informação errada...
Parece-me esquecer-se que participo de praticamente todas as mobilizações supra seccionais...
Será que alguma das sugestões apresentadas acima foi util ao empreendimento?...
Defendo desde 2006 a deposição da diretoria da BANCOOP como meio de "salvação" da cooperativa...
Quanto a apresentar problemas, acho muto bom que sejam todos apresentados para que não hajam surpresas futuramente por ações ingênuas, umas vez estejamos enfrentando, como afirma o Ministério Publico, uma quadrilha...
Agora, não mais sentarei a nenhuma mesa de negociação com a atual diretoria, fato que já fiz por outro empreendimento...
E continuarei a seguir o que considero correto...
E por favor identifique-se...

Pedro, o Patriarca disse...

Sr.Anônimo,

Embora não concorde com nada do que dizes, defenderei seu direito de falar (Voltaire)

Dou-me o direito de responder... Considero injusta a imputação...
Parece-me esquecer-se quem elaborou o primeiro estatuto da Associação do Vila Clementino e do Village Palmas, ambos com tempo hábil para o ingresso das ações, sem questionamento de prazos judiciais...
Parece-me esquecer-se da primeira idéia de desmembramento da BANCOOP e busca de empreiteira..
Parece-me esquecer-se quem fez a primeira indicação da TARJAB.
Parece-me esquecer-se que bem ou mal tenho disseminado as noticias de forma direta e precisa, sem jamais ter dado uma informação errada...
Parece-me esquecer-se que participo de praticamente todas as mobilizações supra seccionais...
Será que alguma das sugestões apresentadas acima foi util ao empreendimento?...
Defendo desde 2006 a deposição da diretoria da BANCOOP como meio de "salvação" da cooperativa...
Quanto a apresentar problemas, acho muto bom que sejam todos apresentados para que não haja surpresas futuramente por ações ingênuas, umas vez estejamos enfrentando, como afirma o Ministério Publico, uma quadrilha...
Agora, não mais sentarei a nenhuma mesa de negociação com a atual diretoria, fato que já fiz por outro empreendimento...
E continuarei a seguir o que considero correto...
E por favor identifique-se...

Carlos Alberto disse...

Colegas cooperados,

Sorte dos senhores que vislumbram uma oportunidade de se livrarem da Bancoop através da competente TARJAB que conheço muito bem. Tenho um grande amigo cooperado do Saint Paul que há tempos eu não enxergava nele um sorriso se quer. Seu olhar era de pura depressão. Hoje vejo o quanto está feliz por uma nova expectativa.

Pois bem, aos poucos, graças à perspicácia dos cooperados em suas seccionais, soluções até pouco tempo improváveis estão surgindo.

Acompanhei, através de meu amigo de trabalho e cooperado do Saint Paul, o quanto lutaram e insistiram, e PAGARAM para se livrarem da Bancoop, e continuarem sonhando agora com a TARJAB. Nunca um custo a mais, foi tão bem vindo para se livrar dessa cooperativa. Aquela coisa vão-se os anéis, mas ficam os dedos.

Enfim, agarrem com unhas e dentes essa oportunidade, não deixem escapar. Mostrem para a Bancoop como solucionar problemas. E se possível, nos mostrem o caminho para percorrermos também.


Espero que estas soluções do Saint Paul e Vila Clementino se estendam para todos. Inclusive para nós cooperados do Anália Franco a espera de um milagre.

Pela justiça está difícil. A cada dia vejo meu apto mais distante. Não aquento mais ouvir os advogados dizendo mais um mês pra isso, mais um mês para aquilo, e 3 anos se passaram. Sei da boa vontade deles, mas dependemos mais da justiça do que dos nossos advogados, infelizmente Não tenho mais perspectiva. Acho que levaremos no mínimo 15 anos para ver o empreendimento terminado, isso se os nossos advogados conseguirem o que estamos pleiteando. Não confio na justiça no Brasil. Tá difícil!!


Parabéns Sr. Pedro por divulgar a todos, uma luz no fim do túnel!!

Carlos Alberto

paulo disse...

Muito engraçado o cooperado ANONIMO ir contra o texto e comportamento do Sr Pedro.

Penso que este cidadão esta criticando o comportamento do sr Pedro, pois deve te rum
motivo bem forte.

Pelo que sei, os questionamentos confundidos TOTALMENTE pelo cidadão (critico)
como sendo TUMULTO, estao sendo apenas direcionados com a intenção de clarear
os caminhos.

Qualquer pessoa hoje que queira fechar qualquer acordo sem segurança, pode levar
cooperados a mais prejuízos, e pelo que sei sr Pedro alerta para problemas advindos
de decisões a serem tomadas.

Sendo assim medida inteligente, diante ao cenário que temos.
Quem hoje questiona, aqueles mais INTELIGENTES me lembra os cooperados
do analia franco (alguns) que não tendo unidade APOIARAM UM ACORDO DE
CONTINUIDADE COM A BANCOOP, e já em 2006, um grupo de cooperados
INTELIGENTES dizia para não colocarem dinheiro algum na mao da bancoop,
dentro deste conflito, numa segunda assembléia fecharam o reforço, resultado?

após 2 anos so fantasmas na obra

veja as imagens após 2 milhoes captados, que vai arcar com este prejuízo?

http://www.midiaindependente.org/pt/blue/2008/03/413396.shtml

quero deixar um recado ao cidadão que questionou comportamento INTELIGENTE do sr Pedro.

recado. as pessoas são diferentes entre si, uma das coisas que as diferenciam e a capacidade
de ver a frente usando a inteligência.

Alguns cooperados em 2006 acreditaram na bancoop, após inicio do APORTE, outros usando
a inteligência já vislumbraram o ralo que a cooperativa tinha se transformado, isso em 2006, hoje
anos depois e após centenas de denuncia e mais de 90 sentenças contra a bancoop, o senhor
anonimo critico ainda não abriu os olhos, que mais faltara?

Vem aqui dizendo que sr Pedro, não aponta soluções, mas estar alerta nos caminhos pisados
já seria uma grande contribuição, isso que falta em vários cooperados INTELIGENCIA, a solução
para a bancoop e simples senhor.

E já foi dada, caso bancoop ta resolvido.
quanto a não ter apartamento, em 2006 o senhor já não tinha e bancoop não fez
qual a pressa?

E com certeza como o senhor Pedro que co0ntribuiu fortemente para o MPSP entrar na jogada
o SENHOR NAO FEZ NADA , OU FEZ?

Quantas reuniões o senhor Pedro esteve presente dando seus conselhos, e o senhor
nem apareceu?

Visite o fórum dos cooperados, la tem um espaço aberto, pode participar anonimamente
na area do vila clementino, teremos um prazer enorme em conversar e debater soluções.

já esta criado um espaço para debate na area do vila clementino.

O senhor Pedro como as lideranças já deram a solução para o caso bancoop.

JUSTICA NELES

qualquer duvida acesse o fórum dos cooperados.

http://bancoop.forumsvibe.com/

FORUM DOS COOPERADOS disse...

Alguém disse/

O Sr. Pedro, sempre muito participativo nas nossas reuniões de condomínio, tem razão em todas as suas afirmações. Justiça seja feita neste ponto.


Fórum/ participa mesmo, desde a 1 reunião aonde cooperados

se juntaram para tentar uma solução para o caso bancoop,

justiça seja feita, vai em todas reuniões, como poucos o fazem.

XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

Alguém disse/

No entanto, não deixa de ser frustrante o fato de que os problemas apontados, por todos conhecidos e não necessariamente graças ao Sr. Pedro, venham invariavelmente desacompanhados das respectivas soluções.

FORUM/ mas que solução? solução já esta dada, o que não pode ser feito seria tirar a justiça da parada, acreditando em mais promessas de construção.
O senhor não tem apartamento, a BANCOOP não fez, desta feita, entre com ação na justiça para cumprirem o contrato, porque esta esperando solução de terceiros?

Veja o que mais de mil cooperados já fizeram

http://bancoop.forumsvibe.com/viewforum.php?f=6&mforum=bancoop

xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Alguém disse/

Se é para fazer justiça, então também precisamos dizer que o Sr. Pedro é muito profícuo em apontar os problemas, mas o seu entusiasmo nesta ativadade é tão grande que ele acaba se esquecendo de apontar algum esboço de solução que seja.



Fórum. Solução já foi dada, não se esqueça a justiça entrou na jogada, contra a vontade do senhor vaccari neto.

Sr Pedro ajudou para que o MPSP entrasse na jogada, ele ajudou a solução aparecer, e vossa senhoria o que fez?
xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Alguém disse/

Não se trata de apresentar solução boa ou ruim. Fato é que em quase dois anos de reuniões não apresentou qualquer solução.

FORUM. O senhor continua sem abrir os olhos, não esta vendo o filme corretamente, a justiça já entrou na parada, solução já foi dada.

Senhor Pedro ajudou participando de reuniões entre lideranças.
xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Alguém disse/

Isto, por si só, já me parece a pior solução. Além disso, às vezes tumultua o andamento das nossas reuniões.



FORUM. Mas ai temos uma situação relativa, tumultuar o que seria?

Não aceitar como cordeiro soluções absurdas? Questionar seria tumultuar?
xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

Alguém disse/

Só eu penso assim ou será que alguém mais compartilha???

FORUM. SE TIVER MAIS ALGUEM QUE COMPARTILHA, TAMBEM ESTA DESAFIADO A PARTICIPAR DO DEBATE PROPOSTO NO FORUM DOS COOPERADOS, entre na área do

Vila Clementino e debata se tiver coragem

Pode ser anonimamente viu....

ACESSE

http://bancoop.forumsvibe.com/viewforum.php?f=45&mforum=bancoop

FORUM