23 setembro 2010

INÁCIO NO PALÁCIO

Quer conhecer Inácio? Ponha-o no Palácio!
Foi o que os eleitores do braziu varemnós fizeram, Aparício.
Alvorada, não só no Morro que beleza.
Revelou-se o tirano. Ditadorzinho de republiqueta que pensa tudo poder.
Imagina-se sobre-humano, onipotente.
Compara-se a Getulio.
Falta pouco.
Um atentado, talvez!
Pelos esgotos dos porões palacianos já proliferam sujeiras e mais sujeiras alopráticas, em doses não homeopáticas.
Um cem (cem mesmo) números de fatos que indicam a participação de membros do governo em crimes afloram.
Raro o dia em que não se descobre mais um.
Cada enxadada, uma minhoca!
O trabalhador não trabalha.
Viaja, faz comícios e diz diatribes desconexas, aplaudidas pela claque de carteirinha.
Faz terrorismo contra a imprensa, contra o Judiciário, ameaçando todos que oousem discordar de seus métodos.
Talvez à imagem de sua participação, já se manifestou quanto a inutilidade do legislativo, agora com muito mais de 300 picaretas.
Inácio é popular.
Vá ser contra nos famintos rincões aparelhados, sem educação e sem saúde.
Será Inácio apenas retrato do povo que o idolatra?
Talvez?
São os piores cegos, os que não querem ver.

3 comentários:

Mirian Martin disse...

Simplesmente não dá para acreditar que, desta vez, a ditadura vem porque o Brasil está escolhendo isso!
Lamentável... :(

RECANTO DOS AUTORES disse...

E agora,Pedro?Quem vai nos avisar sobre a quantidade de picaretas no Congresso?Estamos sem oposição!Excelente sua cronica!Abraços,

Anônimo disse...

Que fazer se o povo quer assim???!!!