18 setembro 2008

LADRÃO DEVOLVE CRIANÇA

Em Passo Fundo um ladrão de automóveis passou uma saia justa.
Ficou à espreita, namorou o carro e no descuido do dono, furtou o carro.
Serviço feito, tudo tranqüilo, agora era só desmanchar e vender as peças.
Aqui em St.Paul você pode recomprar seu carro aos pedacinhos.
Basta ir à Av. Ricardo Jafet ou em outras filiais das lojas da franquia Robauto.
Você encontra de fechadura de Ferrari a tampa de combustível de Gordini.
Deve ter alguma lá pelo sul do braziu, também.
Olhando pelo retrovisor para ver se estava sendo seguido, o gatuno assusta-se.
Vê uma roupinha de criança se mexendo.
Fantasmas?!?
Freia o carro e vê que dentro da roupinha havia de fato uma criança.
O furto está quase virando um seqüestro, oh! Raios!
Estou cheio de seqüestros relâmpagos.
O que fazer?
Largar o carro.
O ladrão chamava-se, ou tinha o espírito de, Dimas.
Um bom ladrão.
Pensou rápido!
Pega o celular e chamou seu advogado e explicou o caso.
Se largar a criança aqui, posso ser enquadrado por abandono de menor, doutor?
Sujou!
O quê?
Chamar a polícia?
Onde se viu doutor? E a ética?
Ladrão não pode chamar a polícia, não!
Se não fizer o que o senhor está dizendo o senhor não me defende mais?
Claro que não vou ligar do celular. Sou ladrão, mas não sou burro.
Alô, 190, qual a ocorrência.
Vê se entende, estou nervoso.
Eu roubei um carro e tinha uma criança dentro.
Quero devolver o piazinho!
Como tudo ou nada? E meu “trampo”, não tem mais valia, não?
Ta limpo! Ta limpo!
Onde roubei o carro?
Furtei... Sou 155 e não 157.
Na avenida braziu...
Tinha que ser.
Onde estou?
Qual é! Localiza pelo bina.
Só mais uma coisinha: diz pro “filho da p...” do pai do piá não fazer mais isso.
Irresponsável!
Deixar a criança sozinha no carro!
Onde já se viu...
E desligou, abandonando o carro e o garoto que foram localizados minutos depois.
-------------------------------------------------------------------------------------
Notas do autor: os pais da criança foram indiciados por abandono de menor.
Num outro dia, conto como esqueci meu filho numa banca de jornal.
Felizmente, o crime já prescreveu

2 comentários:

Jaque Lima disse...

nossa que ladrão desajustado. deveria levar a criança de volta. não. melhor seria se entregar. mais e o "trampo" dele. também não. nessa hora. reza pro nenê parar de chorar...hahahaha

Prazer te conhecer!!!

A Senhora disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

Essa foi ótima!!!!

E o seu foi numa banca de jornal??
Bom, os meus nunca consegui esquecer na banca de jornal. A banca é perto demais e eles ficam lá por conta própria... Vão ser jornaleiros quando crescer.