22 novembro 2011

SEQUELAS DO BRAZIL

Braziu,
Terra abaixo do Equador
Sem pecado, sem juízo
Você está um porre!
Veio Cabral navegador
Índios livres, paraíso
Quem agora lhes socorre?

Braziu,
Hoje sem suas densas matas
Só mentiras e cascatas
Jagunços bem armados
Será que tu não te arrependes?
De Zumbi a Chico Mendes
Quantos foram eliminados?

Braziu,
De seus bravos coronéis
Importando seus escravos
Acorrentados pelos pés
Libertos foram nos papéis
Continuam as correntes
Nos afro-descendentes

Braziu,
Dos grupos de meninos
Incendiando os Galdinos
Que não têm onde dormir
Nossa revolta só aumenta
Arde vermos o Pimenta
Leve e solto por aí

Braziu,
Das mortes na Candelária,
De Dorothy, madre operária
Essa sim vinha servir
Um povo a pedir socorro
Que despenca pelo morro
Basta uma chuva cair

Braziu,
Preto e pobre é que são presos
Nem ficamos mais surpresos
Só nos resta indignar
Nada de chamar a polícia
Senão surge uma milícia
Pra sua família chacinar

Braziu,
Levanta do eterno berço
De tanto levarem um terço
Seu continente vira ilha
Amada pátria tão garrida
Merecia melhor vida
Só em festa ter quadrilha

Braziu,
De mulher, praia e cerveja
Cada esquina uma igreja
Enriquece seu pastor
Corrupção se espalha
Ainda chamam o canalha
De excelência e doutor

Braziu,
Que fim levou o seu Cruzeiro!
Vale mais quem tem dinheiro
Bom padrinho, costa quente,
Será que um dia toma jeito
Ter igualdade e respeito
Quem sabe mais frente

Braziu,
Da malária, mal de Chagas
A pior de suas pragas
Não é a saúva, é o chupim
Vende riqueza nas lotecas
Enquanto enchem as cuecas
Com o rateio do butim

Braziu,
Crise na bolsa, inflação
Mais um banco faliu
Manda a conta pro povão
De fome chora a criança
Velho morre de frio
Cansa a esperança

Braziu
Tento mudar de canal
A notícia é sempre igual
Do palanque vem promessa
Parece que só interessa
Encher a cara e de fogo
Sentar e ver o jogo

Braziu,
Do folclore e carnaval
Não se estranhe, afinal
O saci ser um herói
Se pelos deuses abençoado
Alguma coisa deu errado
Isso dói e como dói
Braziu,
Terra abaixo do Equador
Sem pecado, sem juízo
Você está um porre!
Veio Cabral navegador
Índios livres, paraíso
Quem agora lhes socorre?

Braziu,
Hoje sem suas densas matas
Só mentiras e cascatas
Jagunços bem armados
Será que tu não te arrependes?
De Zumbi a Chico Mendes
Quantos foram eliminados?

Braziu,
De seus bravos coronéis
Importando seus escravos
Acorrentados pelos pés
Libertos foram nos papéis
Continuam as correntes
Nos afro-descendentes

Braziu,
Dos grupos de meninos
Incendiando os Galdinos
Que não têm onde dormir
Nossa revolta só aumenta
Arde vermos o Pimenta
Leve e solto por aí

Braziu,
Das mortes na Candelária,
De Dorothy, madre operária
Essa sim vinha servir
Um povo a pedir socorro
Que despenca pelo morro
Basta uma chuva cair

Braziu,
Preto e pobre é que são presos
Nem ficamos mais surpresos
Só nos resta indignar
Nada de chamar a polícia
Senão surge uma milícia
Pra sua família chacinar

Braziu,
Levanta do eterno berço
De tanto levarem um terço
Seu continente vira ilha
Amada pátria tão garrida
Merecia melhor vida
Só em festa ter quadrilha

Braziu,
De mulher, praia e cerveja
Cada esquina uma igreja
Enriquece seu pastor
Corrupção se espalha
Ainda chamam o canalha
De excelência e doutor

Braziu,
Que fim levou o seu Cruzeiro!
Vale mais quem tem dinheiro
Bom padrinho, costa quente,
Será que um dia toma jeito
Ter igualdade e respeito
Quem sabe mais frente

Braziu,
Da malária, mal de Chagas
A pior de suas pragas
Não é a saúva, é o chupim
Vende riqueza nas lotecas
Enquanto enchem as cuecas
Com o rateio do butim

Braziu,
Crise na bolsa, inflação
Mais um banco faliu
Manda a conta pro povão
De fome chora a criança
Velho morre de frio
Cansa a esperança

Braziu
Tento mudar de canal
A notícia é sempre igual
Do palanque vem promessa
Parece que só interessa
Encher a cara e de fogo
Sentar e ver o jogo

Braziu,
Do folclore e carnaval
Não se estranhe, afinal
O saci ser um herói
Se pelos deuses abençoado
Alguma coisa deu errado
Isso dói e como dói
-------------------------------------------

Baseado em versos de Duque Estrada, Ary Barroso, Baby Consuelo e Chico Buarque e tantas notícias de jornal.

Um comentário:

Miriam de Sales Oliveira disse...

Pedro,Brasil / é nome é sigla:
B ravos
Rapazes
Americanos
Silenciosamente
Irão
Levando
Levam a Amazônia,levam o pre-sal,porque não levam os corruptos á pena capital?
Isso vai mal! Abç