05 setembro 2011

HEMORRÓIDAS...ARDEM!!


Vejam isso é email que se mande.
Foi redigido por um "premiado" durante o "pós-operatório" do traseiro.
Diz a lenda que é assim mesmo.
----------------------------------------------------------------

Ptolomeu em 150 d.C. falava que a terra era o centro do universo e que tudo girava em torno dela.
Foram precisos cerca de 1400 anos para esta teoria ser rebatida por Nicolau Copérnico provando para a humanidade que o Sol sim era o centro.
Eu, simplesmente eu, descobri em apenas três dias, após 56 anos, que ambos estavam redondamente enganados: O centro do Universo é o ..... (fiofó)
Isso mesmo! O vulgarmente chamado de ...!
Operei das hemorróidas em caráter de urgência algumas semanas atrás.
No domingo à noitinha, o que achava que seria uma singela eliminação de gases, quase me virou do avesso.
É difícil, mas vamos ver se reverte, falou meu médico.
Reverteu merda nenhuma. Era mais fácil o Lula aceitar que sabia do mensalão do que aquela lazarenta bolinha (?) dar o toque de recolher.
Foram quase 2 horas de cirurgia e confesso não senti nadica de nada e não sofri abuso sexual durante minha letargia!
Dois dias de hospital, passei bem embora tenham tentado me afogar com tanto soro que me aplicaram, foram litros e litros.
Recebi alta e fui para casa repousar.
Passados os efeitos anestésicos e analgésicos, vem a primeira vez.
TAKEO...!! Parece que você está evacuando um croquete de figo da Índia com pedregulho, casca de abacaxi, concha de ostra e arame farpado.
É um auto-flagelo.
Por uns três dias dói tanto que você não imagina uma coisinha tão pequena e com um nome tão reduzido (...) possa doer tanto.
O tamanho da dor não é proporcional ao tamanho do nome.
Acho mesmo que o ... deveria chamar-se dobrovosky, tegulcigalpa, nabucodonosor.
Passam pela cabeça soluções mágicas:
Usar um ventilador! Só se for daqueles túneis aerodinâmicos.
Gelo! Só se eu escorregar pelado por uma encosta do Monte Everest.
Esguichinho d’água! Tem que ser igual a da Praça da Matriz, névoa seguida de jatos intercalados.
Descobri também que somos descendentes diretos do bugio, porque você fica andando como macaco e com o (...) vermelho; qualquer tosse, movimento inesperado, virada mais brusca o (...) dói, e como!
Para melhorar as idas à privada, recomenda-se dieta na base de fibras.
Foi o que fiz.
Devo ter comido cinco vassouras piaçaba, um tapete de sisal e alguns metros de corda.
Agora sei o sentido daquela frase: quem tem medo de cagar não come!
Tudo valeu, agora já estou bem. Vou ao banheiro como manda o figurino, não preciso pensar para soltar pum e o (...) está afinado. Uma beleza. Acho que em “ré” menor.
O chato é que tive de usar Modess por 20 dias após a cirurgia e hoje estou sentindo falta dele!
Ai! Meu Deus!

Um comentário:

Miriam de Sales Oliveira disse...

Cuidado,machão; essa do modess é contagioso,ainda mais depois de se ter o subilatério mexido,revirado e tocado durante dias.
Muito perigoso!
Será q/ o verei na próxima parada do orgulho gay?
Te envio um modess cor de rosa.Kakaká bjks